Arquivo de etiquetas: dormir

Quanto Tempo Demora a Adormecer

As alterações do sono são um dos princiapis problemas para quem sofre de ansiedade. Quantas vezes já  ficou a dar voltas na cama sem conseguir adormecer?

Fique a saber que, se demora mais de uma hora a adomecer, alguma coisa está realmente mal. Deve começar e pensar em estratégias que o ajudem a controlar a ansiedade antes de ir para a cama. O melhor é começar a evitar todas as substâncias estimulantes (como a cafeína) e procurar hábitos relaxantes, como ouvir música ou prtaicar meditação.

No caso contrário, ou seja se demorar menos de 10 minutos para adormecer, o seu corpo está  atentar dizer-lhe que não está a dormir as horas suficiente ou que o seu sono não é repousante. É mito comum acontecer estas situações em casos de depressão.

Não Passe Demaisado Tempo na Cama!

Quando está cansado e mais triste só lhe apetece ir para a cama e dormir todo o dia? Pois não faça isso!

É normal utilizarmos o sono como escapatória aos nossos problemas. Durante o tempo que passamos a dormir não pensamos no que nos preocupa e ignoramos tudo o que nos está a incomodar. Mas esta é das estratégias mais erradas.

Vários estudos comprovam que as pessoas que dormem mais de 9 horas têm uma maior tendência para desenvolver sintomas depressivos.

Por isso, mesmo que só lhe apeteça estra na cama, levante-se e mantenha uma rotina que promova a socialização com outras pessoas!

Comece a Dormir Melhor!

O sono é um dos principais fatores que afeta o nosso bem estar psicológico! Além disso o nosso desempenho e a nossa saúde fisica também são afetadas pela qualidade do sono.

Ficam aqui algumas dicas fundamentais para dormir melhor!

  • Crie uma rotina que lhe permita deitar-se e acordar sempre a mesma hora.
  • Se se for deitar e não conseguir adormecer, não pense demasiado nisso, simplesmente relaxe e deixe-se estar a descansar.
  • Descubra o que mais o relaxa antes de ir dormir: ler, beber algo quente ou conversar um pouco.
  • Não faça refeições pesadas depois das 18 e restrinja a ingestão de liquidos a partir dessa hora.
  • Nunca adormeça com a televisão ligada!

Ataques de Pânico Nocturnos

Os ataques de pânico nocturnos acontecem com alguma frequência em pessoas que sofrem de ansiedade e são muito perturbadores.

Na verdade, os ataques de pânico nocturnos são em muito parecidos aos diurnos. O que os difere é que geralmente quando acontecem durante o dia, a pessoa é capaz de os prever ou antecipar (sabe que vão acontecer) e de noite não.

O que acontece é que a pessoa acorda, geralmente de um sono muito agitado ou de um pesadelo vivido, com noiveis de ansiedade muito elevados. O coração começa a bater rápido, a pessoa fica desorientada (não sabe onde está, nem como ficou assim) e começa o ataque de pânico e o medo de morrer.

Embora estes ataques de pânico durem em média de 10 a 20 minutos, por ser durante a noite, parece uma eternidade. Pior que isto, as pessoas que já sofreram de ataques de pânico nocturnos começam a ter um medo terrível de dormir, o que os leva a sofreram ainda mais de ansiedade.

Geralmente um ataque de pânico nocturno caracteriza-se por um acordar súbito, com um sentimento de medo inexplicável. Entre os sintomas, encontram-se:

  • Sensação de asfixia
  • Tonturas
  • Suores frios
  • Palpitações e taquicardia
  • Náuseas
  • Sensação de desmaio

Ficam aqui algumas dicas para lidar com os ataques de pânico nocturnos:

  • Procure relaxar antes de dormir: Ouça musica, pratique uma técnica de relaxamento, beba um leite quente, etc
  • Não tenha medo de adormecer e não pense no que pode acontecer
  • Se acordar subitamente durante a noite, tente manter-se calmo. Lembre-se que tudo depende de controlar a sua ansiedade.
  • Levante-se e acenda as luzes. Vá até à casa de banho e coloque agua fria na cara. Assim vai aperceber-se onde está.
  • Chame alguém para ficar ao seu lado, vai ajudar a que não tenha tanto medo de morrer. Peça-lhe que converse consigo sobre temas banais
  • Ouça uma música relaxante e tente abstrair-se do que está a sentir
  • É fundamental pensar que é impossível morrer de ansiedade. Nada lhe vai acontecer, o que está a sentir é apenas o seu sistema nervoso a ser estimulado de forma excessiva.

 

Ansiedade e insónias

Muitas pessoas que sofrem de ansiedade têm insónias constantes. A insónia tanto pode ser inicial, porque a pessoa se sente demasiado nervosa para adormecer, como intermédia, acordando a meio da noite e não conseguindo voltar a adormecer.

Muitas vezes acontece que a pessoa acorda em pânico porque teve um pesadelo que parece mesmo real, o que impede que volte a adormecer.

O sistema nervoso, quando é demasiado estimulado acaba por provocar alterações no funcionamento cerebral, que se podem repercutir em alterações no sono.

Geralmente as pessoas que sofrem de ansiedade sentem que a sua mente está sempre ativa. Qualquer estimulo (um som, uma luz mais forte, a presença de outras pessoas) vão impedir que consiga dormir.

Ficam aqui algumas técnicas que o podem ajudar a combater as insónias:

  • Deite-se e levante-se sempre à mesma hora, para habituar o seu corpo à rotina
  • Mantenha o quarto fresco e escuro
  • Utilize  cama apenas para dormir. Não veja televisão ou trabalhe na cama.
  • Faça exercício físico durante o dia. Mas não nas duas horas antes de dormir!
  • Antes de se deitar tente relaxar, fazer actividades calmas que goste (ler, ouvir música)
  • Beba um chá ou leite bem quente antes de se deitar