Arquivo de etiquetas: depressão

Benefícios do 5HTP

O 5HTP, mais conhecido como comprimido da felicidade é um aminoácido precursor da serotonina, o neurotransmissor responsável pela sensação de bem-estar.

Pode ser consumido sob a forma de suplemento alimentar (geralmente em cápsulas) e tem diversos benefícios:

  • Ajuda a combater a depressão
  • Reduz o stress
  • Auxilia na perda de peso
  • Equilibra o humor
  • Melhora a qualidade do sono
  • Combate sintomas de TPM

As doses a consumir depende da formulação do suplemento e vêm indicadas nas respetivas embalagens.

Transtorno Bipolar Fases

O transtorno bipolar é também conhecido como doença maníaco-depressiva, pois geralmente existem alterações bruscas do humor das pessoas, alternando fases depressivas com fases maníacas (felicidade extrema).

Existem alguns sintomas que caracterizam acada uma destas fases:

Fase Depressiva

  • Tristeza constante
  • Incapacidade de tomar decisões
  • Dificuldade em concentrar-se
  • Cansaço
  • Sensação de desespero e culpa
  • Perda de auto-estima
  • Pensamentos relacionados com a morte
  • Alterações do sono
  • Afastamento social

Fase Maníaca

  • Alegria quase irreal
  • Discurso acelarado e pouco coerente
  • Comportamento imprudente
  • Desinibição Social
  • Pouca necessidade de comer e dormir

 

Traumas que Causam Depressão

As causas da depressão são variadas e muitas vezes trata-se de uma conjugação de fatores emocionais, laborais, sociais ou económicos.

No entanto existem vários fatores que podem ser traumáticos (pela sua repentinidade ou pela sua intensidade) e levar ao surgimento de depressões:

  • Luto, nomeadamente por familiares ou amigos mais próximos
  • Perda de emprego e/ou situações econóicas problemáticas
  • Conflitos laborais
  • Despromoção da categoria social/profissional
  • Problemas na relação com os filhos/pais
  • Termino de relações amorosas/ divórcio

Todas estas circunstâncias podem surgir em quase todas as fazes da nossa vida e o que muda é a forma como lidamos com elas. Uma pessoa que tem mais tendências depressivas irá qualquer uma destas situações como derrotas pessoais e não como um começo de uma nova fase na sua vida

Não Passe Demaisado Tempo na Cama!

Quando está cansado e mais triste só lhe apetece ir para a cama e dormir todo o dia? Pois não faça isso!

É normal utilizarmos o sono como escapatória aos nossos problemas. Durante o tempo que passamos a dormir não pensamos no que nos preocupa e ignoramos tudo o que nos está a incomodar. Mas esta é das estratégias mais erradas.

Vários estudos comprovam que as pessoas que dormem mais de 9 horas têm uma maior tendência para desenvolver sintomas depressivos.

Por isso, mesmo que só lhe apeteça estra na cama, levante-se e mantenha uma rotina que promova a socialização com outras pessoas!

O Gene que Causa Depressão

Uma longa pesquisa realizada através de computadores e modelos matemáticos de análise genética revelou que pode haver um gene responsável pelo aparecimento ou propensão para a depressão.

Depois desta descoberta podem ser investigados novos medicamentos que tentem colmatar esta alterações genética.

Esta investigação foca também a questão de o stress e os fatores ambientais poderem potenciar a expressão deste gene e por isso os sintomas têm caracteristicas e intensidades diferentes.

Segundo a Organização Mundial de Saúde existem cerca de 350 milhões de pessoas afetadas pela depressão e muitas vezes o diagnóstico não é feito atempadamente.

Bournout ou Depressão?

Muitas vezes confundidos, o bournout e a depressão efetam as pessoas de formas diferentes.

O bournout geralment surge sem a existência de uma depressão prévia mas quando não é tratado pode mesmo originar uma depressão.

O  burnout é causado por uma exaustão/stress profissional e, uma vez retirada da situação que lhe provoca essa exaustão/stress, a pessoa melhora significativamente e recupera. No caso da depressão é difícil encontrar um único motivo que dá origem aos sintomas.

Os sintomas muitas vezes são semelhantes: ansiedade, tristeza, apatia, isolamento social, aumneto da agressividade, etc. No entanto, é fundamental perceber qual é a patologia que origina os sintomas de forma a ser tratado da forma mais indicada.

Hipotiroidismo e Depressão

O relação entre o hipotiroidismo e a depressão vem comprovar que, por vezes,  a depressão pode ter causas físicas que devem ser avaliadas e tratadas adequadamente.

O facto da tiróide não conseguir produzir hormonas em quantidade suficiente pode originar sintomas depressivos ou piorara depressões já existentes.

Particularmente nas mulheres, que são mais propensas a problemas na tiroide, deve ser pedido um controlo analítico quando surgem sintomas depressivos ou ansiosos.

Nestes casos o tratamento com antidepressivos deve ser complementado com medicação que compensa o mau-funcionamento da tiroide.

Como Lidar com a Depressão do Parceiro?

A depressão pode abalar o equilibrio de qualquer relação. é fundamental sabermos a melhor forma de ajudar quando a pessoa que amamos está deprimida.

  • Não tentar arranjar culpados para a depressão. A depressão não é culpa de quem sofre dela nem da pessoa que está ao lado.
  • Procurar apoio especializado para o companheiro mas também para si se for necessário.
  • Planear os dias e as atividades em conjunto, tentando ver um futuro melhor
  • Mesmo que a outra pessoa não esteja bem é fundamental que mantenha a sua saúde bem tratada, com alimentação correta e exercício físico.
  • Não se afastem do grupo de amigos. Eles podem ajudar.
  • Reconhecer a depressão não vai passar de um dia para o outro.

 

Contracepção Hormonal e Depressão

Alguns estudos recentes estabeleceram uma relação entre o uso de contracepção hormonal e a tendência para a depressão.

As mulher que usam os selos transdérmicos como forma de contracepção têm cerca de 70% de possibilidades de vir a sofrer de depressão.  Entre 40% a 60% das mulher que usam o DIU (dispositico intra-uterino) tomam também medicamentos antidepressivos.

Quanto à pílula (o contraceptivo mais utilizado) foi demonstrado que cerca de 23% das mulheres que tomam esta medicação têm probabilidade de também tomar antidepressivos. Esta tendência agrava-se em mulheres mais jovens

 

O que leva ao suicídio?

Ás vezes é  muito dificil entendermos o que pode levar uma pessoa a acabar com a própria vida, a pensar que nada mais vale a pena.

A verdade é que, na maior parte dos casos, existe um conjunto de fatores que aumentam o risco da pessoa tentar o suicídio. Entre esses fatores destacam-se os seguintes:

  • Depressão ou outros disturbios mentais
  • Consumo de substâncias (álcool ou drogas)
  • Tentativa ou referencia constante ao suicídio
  • Hsitória familiar de doença mental ou suicídio
  • Exposição a comportamentos de risco (de amigos ou familiares)
  • Violência em casa (física, psicológica ou sexual)

Todos estes fatores levam a pessoa a acumular dor e sofrimento ate que sentem que não há outra alternativa. Uma intervenção adequada e atempada pode ser fundamental na diminuição dos casos de suicídio.