Arquivo mensal: Fevereiro 2016

Como Manter a Saúde Mental

Da mesma forma que fazemos tudo o que é necessário para manter a nossa saúde física, também o devemos fazer com a saúde mental.

São pequenas coisas que fazemos no dia a dia que ajudam a estabelecer o equilíbrio mental fundamental para prevenir doenças depressivas e ansiosas. Ficam aqui algumas dicas muito úteis.

  • Tentar aceitar as mudanças de forma positiva: as mudanças na vida pessoal ou profissional são muitas vezes fonte de ansiedade e stress. Reconheça a mudança como parte integrante da vida e não evite sair da sua zona de conforto.
  • Não tente controlar tudo: consciencialize-se que há coisas que estão fora da sua mão. Pode lidar com elas, mas não tente controlar tudo o que o rodeia,, deixe a vida decorrer ao seu ritmo
  • Aprenda a compreender as suas próprias emoções: saiba o que o alegra ou entristece, mas acima de tudo o que lhe provoca sentimentos fortes: como ansiedade extrema ou irritação.
  • Observe o comportamento dos outros: o comportamento dos que os que o rodeiam muitas vezes é fonte de ansiedade. Tente perceber as acções e emoções dos outras mas não os rotule de “bom ou mau”

Ansiedade Hereditária

Muito nos questionamos acerca das causas para os disturbios ansiosos. Pois, alguns estudos indicam que, em parte, pode haver uma predisposição genética para desenvolver sintomas ansiosos.

Estima-se que entre 30 a 50% dos disturbios de pânico ou de agorafobia estão ligados a causas genéticas. Neste caos é comum que os primeiros sintomas ansiosos surjam na infância ou no início da adolescência.

Os tudos explicam que a hereditariedade nestes caos é responsável por uma  atividade muito elevada do circuito cerebral que interliga o sistema límbico (emoções), o córtex pré-frontal (planificação e tomada de decisões) e o mesencéfalo (movimento e dor). Isto significa que, desde crinaças, o comportamento vai ser diferente, reagindo de forma excessiva a possíveis ameaças.

Existe portanto um risco elevado de os comportamentos ansiosos e depressivos sejam herdados de pais para filhos, o que muitas vezes é potenciado pelos comportamentos observados pelos mais novos.

Mindfulness no Dia a Dia

Já falamos aqui no Mindfulness e nas suas vantagens. Hoje abordamos algumas estratégias que permitam trazer para o nosso quotidiano alguns dos fundamentos do mindfulness, permitindo-nos uma vida mais calma e relaxada. Ficam aqui algumas sugestões:

  1. Postura imparcial: procure não se julgar a si mesmo nem aos outros, veja tudo de uma perspectiva mais distante.
  2. Novas possibilidades: não diga “não consigo”, esteja aberto a sugestões e novas caminhos.
  3. Confie: principalmente em si mesmo e nas suas capacidades
  4. Paciência: deixe as coisas acontecer ao seu ritmo, não apresse a sua vida
  5. Aceite: muitas coisas não acontecem como nós queremos, aceite esse facto e tente encontrar outras estratégias.
  6. Seja generoso: dar aos outros algo que eles precisem pode fazer-nos muito felizes!