Medicamentos Naturais para a Ansiedade

Como já falámos aqui, a medicação utilizada mais frequentemente para tratar a ansiedade (ansiolíticos) apresenta inúmeros efeitos secundários, entre eles a habituação, o que torna bastante complicado mais tarde fazer o desmame desta medicação.

Por isso hoje abordamos alguns medicamentos naturais que podem ajudar a “substituir” os antisiolíticos, controlando sintomas de ansiedade e também a insónia.

  1. Valeriana: Esta erva ajuda a induzir o sono e funciona como calmante. Não cria quaisquer efeitos de habituação. Pode ser ingerida em chás ou comprimidos. Alguns dos comprimidos à venda juntam a valeriana com outras ervas calmantes. Os mais conhecidos são o Livetam e o Valdispert.
  2. Passiflora: O consumo de passiflora ajuda a promover o bem-estar, previne a depressão e alivia tensões musculares. É utilizado como calmante e melhora a qualidade do sono. mais uma vez pode ser consumido em chá ou comprimidos.
  3. Camomila: Um dos calmantes naturais utilizados À mais tempo, ajuda a descontrair e potência o sono. Vários estudos comprovam o seu efeito. Geralmente é consumido em chá antes da hora de dormir.
  4. Chá verde: também apresenta um efeito calmante, mas só quando tomado em maior quantidade ( a partir de 5 chávenas). é ideal para pessoas que se queiram manter calmas mas com pouca sonolência
  5. Lúpulo: muito usado como sedativo, para promover o sono e relaxar. Devido ao seu sabor amargo geralmente é encontardo em associação com outras ervas, como a valerina ou a passiflora.
  6. Erva-Cidreira: Já é usada desde a idade média para controlar sintomas de ansiedade. Ajuda também a melhorar a concebtração. Pode ser encontrada em chá ou em suplementos naturais.
  7. Hipericão: é utilizado essencialmente como antidepressivo. Previne e ajuda a tratar depressões e promove o bem-estar da pessoa. Pode ser consumido em chá (até 3 chávenas por dia) ou em forma de comprimidos. Tem interação com alguns medicamentos, deve informar-se com o seu médico.

A reação a cada uma destas medicações varia de pessoa para pessoa, conforme os seus sintomas e os problemas associados. Podem ser muito úteis para controlar sintomas e ajudar no desmame dos calmantes.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *