Ataques de Pânico Nocturnos

Os ataques de pânico nocturnos acontecem com alguma frequência em pessoas que sofrem de ansiedade e são muito perturbadores.

Na verdade, os ataques de pânico nocturnos são em muito parecidos aos diurnos. O que os difere é que geralmente quando acontecem durante o dia, a pessoa é capaz de os prever ou antecipar (sabe que vão acontecer) e de noite não.

O que acontece é que a pessoa acorda, geralmente de um sono muito agitado ou de um pesadelo vivido, com noiveis de ansiedade muito elevados. O coração começa a bater rápido, a pessoa fica desorientada (não sabe onde está, nem como ficou assim) e começa o ataque de pânico e o medo de morrer.

Embora estes ataques de pânico durem em média de 10 a 20 minutos, por ser durante a noite, parece uma eternidade. Pior que isto, as pessoas que já sofreram de ataques de pânico nocturnos começam a ter um medo terrível de dormir, o que os leva a sofreram ainda mais de ansiedade.

Geralmente um ataque de pânico nocturno caracteriza-se por um acordar súbito, com um sentimento de medo inexplicável. Entre os sintomas, encontram-se:

  • Sensação de asfixia
  • Tonturas
  • Suores frios
  • Palpitações e taquicardia
  • Náuseas
  • Sensação de desmaio

Ficam aqui algumas dicas para lidar com os ataques de pânico nocturnos:

  • Procure relaxar antes de dormir: Ouça musica, pratique uma técnica de relaxamento, beba um leite quente, etc
  • Não tenha medo de adormecer e não pense no que pode acontecer
  • Se acordar subitamente durante a noite, tente manter-se calmo. Lembre-se que tudo depende de controlar a sua ansiedade.
  • Levante-se e acenda as luzes. Vá até à casa de banho e coloque agua fria na cara. Assim vai aperceber-se onde está.
  • Chame alguém para ficar ao seu lado, vai ajudar a que não tenha tanto medo de morrer. Peça-lhe que converse consigo sobre temas banais
  • Ouça uma música relaxante e tente abstrair-se do que está a sentir
  • É fundamental pensar que é impossível morrer de ansiedade. Nada lhe vai acontecer, o que está a sentir é apenas o seu sistema nervoso a ser estimulado de forma excessiva.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *