Ansiedade Hereditária

Muito nos questionamos acerca das causas para os disturbios ansiosos. Pois, alguns estudos indicam que, em parte, pode haver uma predisposição genética para desenvolver sintomas ansiosos.

Estima-se que entre 30 a 50% dos disturbios de pânico ou de agorafobia estão ligados a causas genéticas. Neste caos é comum que os primeiros sintomas ansiosos surjam na infância ou no início da adolescência.

Os tudos explicam que a hereditariedade nestes caos é responsável por uma  atividade muito elevada do circuito cerebral que interliga o sistema límbico (emoções), o córtex pré-frontal (planificação e tomada de decisões) e o mesencéfalo (movimento e dor). Isto significa que, desde crinaças, o comportamento vai ser diferente, reagindo de forma excessiva a possíveis ameaças.

Existe portanto um risco elevado de os comportamentos ansiosos e depressivos sejam herdados de pais para filhos, o que muitas vezes é potenciado pelos comportamentos observados pelos mais novos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *